Maia entra para os concelhos de risco elevado e volta ao recolher obrigatório

Maia entra para os concelhos de risco elevado e volta ao recolher obrigatório

Restaurantes, cafés e pastelarias voltam a encerrar às 22h30, e clientes são obrigados a apresentar Certificado Covid ou teste negativo.

São 43 os concelhos de risco elevado de transmissão de Covid-19, dos quais a Maia passa a fazer parte, anunciados pela ministra da Presidência, Mariana Vieira da Silva, esta quinta-feira, após reunião do Conselho de Ministros.

Na Maia aplica-se agora as regras mais restritas, nomeadamente o recolher obrigatório entre as 23 e as 5 horas, bem como a exigência de certificado de vacinação ou teste negativo para aceder ao interior dos restaurantes, que passam a encerrar às 22h30.

De 27, registados na semana passada, passa agora para 43 o número de concelhos de risco elevado, que apresentam 120 (ou 240, nos municípios de baixa densidade populacional) casos de infeção por cada 100 mil habitantes, em duas avaliações consecutivas.

Restrições:

– Teletrabalho obrigatório, quando as funções o permitam;
– Espetáculos culturais com os mesmos horários da restauração;
– Comércio a retalho até às 21 horas;
– Restaurantes, cafés e pastelarias até às 22h30 (no interior, com um máximo de 6 pessoas por grupo; em esplanada, 10 pessoas por grupo);
– Limitação da circulação na via pública a partir das 23h00

Compartilhar este post

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *