Abertura permitida a estabelecimentos até 200 metros quadrados e com porta para a rua, farmácias, consultórios e bombas de gasolina.

A decisão de recolher obrigatório anunciada no início desta semana e as medidas em causa geraram alguma confusão. Afinal, os estabelecimentos comerciais podem ou não permanecer abertos após as 13 horas nos próximos dois fins de semana? António Costa acabou esta quinta-feira com «qualquer equívoco».

A abertura do comércio «será a partir das 8 horas e o encerramento às 13 horas, exceto em certos casos restritos como farmácias, clínicas e consultórios, estabelecimentos de venda de bens alimentares até 200 m2 com porta para a rua e bombas de gasolina».

O documento emanado do Conselho de Ministros desta quinta-feira aprovou uma medida de apoio excecional ao setor da restauração e determinou que «durante o fim-de-semana, a partir das 13h, os restaurantes só poderão funcionar para entrega ao domicílio».

O Conselho de Ministros também atualizou o número de concelhos abrangidos pelo estado de emergência, em função da taxa de incidência a pandemia.

Dos 121 concelhos que estavam abrangidos, sete (Batalha, Mesão Frio, Moimenta da Beira, Pinhel, São João da Pesqueira, Tabuaço e Tondela) deixaram de fazer parte às 00h00 de hoje. No entanto, a partir das 00h00 da próxima segunda-feira, 16 de novembro, são mais 77 os concelhos que passam a integrar a lista de elevado risco e com medidas apertadas (Abrantes, Águeda, Albergaria-a-Velha, Albufeira, Alcanena, Aljustrel, Almeida, Almeirim, Alvaiázere, Anadia, Ansião, Arcos de Valdevez, Arganil, Arronches, Boticas, Campo Maior, Cantanhede, Carrazeda de Ansiães, Castro Daire, Celorico da Beira, Coimbra, Condeixa-a-Nova, Coruche, Crato, Cuba, Elvas, Estarreja, Évora, Faro, Ferreira do Alentejo, Figueira de Castelo Rodrigo, Freixo de Espada à Cinta, Grândola, Ílhavo, Lagos, Lamego, Mangualde, Manteigas, Mealhada, Mêda, Mira, Miranda do Corvo, Miranda do Douro, Mirandela, Monforte, Montalegre, Montemor-o-Velho, Mora, Murtosa, Nelas, Oliveira do Bairro, Ourém, Pampilhosa da Serra, Penalva do Castelo, Penamacor, Penela, Ponte de Sor, Portalegre, Portimão, Proença-a-Nova, Reguengos de Monsaraz, Resende, Salvaterra de Magos, São Pedro do Sul, Sátão, Seia, Sousel, Tábua, Tavira, Torre de Moncorvo, Vagos, Vieira do Minho, Vila do Bispo, Vila Nova de Foz Côa, Vila Nova de Paiva, Vila Real de Santo António e Viseu).

Fotografia com direito reservados

Deixe uma resposta