Piloto maiato terminou em primeiro, após remontada do final da grelha na segunda jornada do Rotax Max Challenge Portugal 2020. 

Depois da última prova em Portimão, a segunda jornada do Rotax Max Challenge Portugal 2020 regressou no fim de semana dos passados dias 4 e 5 de julho, após cinco meses de paragem forçada pela pandemia mundial de Covid-19.

No primeiro dia de provas agendadas no Kartódromo de Viana do Castelo, o maiato Rodrigo Seabra esteve sempre entre os pilotos mais rápidos nos treinos livres. Após ter falhado a sessão de cronometrados de sábado, Rodrigo Seabra conseguiu dar espectáculo a quem assistia à corrida, com uma remontada do final da grelha nas duas corridas do dia, terminando o primeiro dia de provas com a classificação Final de P3 à geral, assinalando a volta mais rápida com 49.640 segundos.

Já na prova de Domingo, o piloto da Maia fez a segunda volta mais rápida dos treinos cronometrados com 49,801 segundos, marcando assim o seu lugar na primeira linha da grelha de partida das duas corridas, e terminando o dia de provas com a classificação de P1 à geral, sempre com uma forte oposição e pressão dos seus principais adversários.

Nesta nova etapa, o piloto está a ser acompanhado pela equipa de Cabo do Mundo Karteam, à qual deixou uma palavra de agradecimento «foi um fim de semana espectacular. Estou muito feliz porque já não corria desde fevereiro onde fiz o Open Europeu Rotax Max Challange em Málaga, Espanha. Agradeço a todos o apoio, aos meus patrocinadores por acreditarem em mim e à minha equipa Cabo do Mundo Karteam!», disse Rodrigo Seabra.

O vencedor do Rotax Max Challenge Portugal 2020 ficará apurado para as Finais Mundiais, que serão disputadas em Portugal no Kartódromo Internacional do Algarve (KIA), em Portimão, entre 23 e 30 de janeiro de 2021, ficando assim anulada o local anteriormente previsto que seria em Bahrain, nos Emirados Árabes Unidos. Este evento irá receber em Portugal cerca de 360 pilotos oriundos de cerca de 60 países. Rodrigo Seabra promete trabalhar para poder representar Portugal e os seus patrocinadores nas finais mundiais.

Fotografias com direitos reservados

Deixe uma resposta