Faleceu ontem a primeira vítima de Covid-19 na Maia. Tratava-se de um idoso, utente da Residência Sénior d’OAmanhã da Criança, que já estaria internado no Hospital de São João há vários dias.

O lar em questão, sediado em Pedrouços, terá ainda quatro auxiliares infetadas, segundo a informação avançada hoje pela RTP1. Em declarações a este órgão de comunicação social, José Manuel Correia, presidente d’O Amanhã da Criança, explica que o início do contágio é desconhecido, mas que poderá terá começado numa estagiária do lar que se deslocou num Uber, cujo motorista estaria já infetado. Perante a situação, «acionamos todos os mecanismos, como a delegação de saúde e a Saúde 24», referiu.

Hospitalizado também há vários dias, estava outro utente do mesmo lar que acabaria por falecer. No entanto, a instituição garante que esta morte nada tem a ver com a Covid-19.

São cerca de 60 os utentes da Residência Sénior que agora se encontram em isolamento nos quartos. Todos serão submetidos ao teste de Covid-19.

 

Deixe uma resposta