Pedrouços elevou a sua bandeira, há 20 anos

Pedrouços elevou a sua bandeira, há 20 anos

Era dia 7 de setembro de 2002, quando a Junta de Freguesia de Pedrouços apresentou os símbolos heráldicos.

Os responsáveis pela autarquia de Pedrouços queriam que a festa tivesse o brilho do sol a iluminar o Largo Conde Ferreira, mas a chuva surgiu logo pela manhãzinha e pregou a partida. Mas apesar das pingas, o presidente da Junta de Pedrouços, Abílio Sousa, fez questão que a cerimónia decorresse em plena ‘praça’, e iniciou a apresentação da bandeira e o brasão referindo que é «mais um ciclo que se completa para a identificação total da nossa freguesia». Na ocasião, o autarca salientou que o ato tem «um sabor especial para os pedroucenses», porque ao longo dos 17 anos de existência como freguesia, «muitos foram os que, com o seu esforço e dedicação, contribuíram para que a freguesia fosse uma realidade, sildenafil brand pharmacy passando os seus naturais, a decidir uma parte substancial dos seus destinos».

Abílio Sousa recordou outras figuras que participaram na construção de Pedrouços, os dois elementos que formaram a Comissão Instaladora, e os dois presidentes antecessores, Francisco Dantas e Vítor Passos. «Penitenciando-nos quanto a este último, pela nossa ingratidão, uma vez que nós nunca nos lembramos de levitra professional drugstore lhe prestar alguma homenagem, mas que tentaremos redimir-nos logo que o edifício sede da Junta seja concluído, daremos o seu nome à sala onde se instalará a Secretaria», acentuou.

A concluir, free cialis super active samples o presidente da Junta de Pedrouços lembrou «com saudade», o Professor Vieira de Carvalho, e que também lhe apresentou «a nossa sentida homenagem, e que o recordamos no nosso coração».

Por seu lado, Bragança Fernandes, disse estar «orgulhoso e muito feliz» por poder assistir à apresentação dos símbolos heráldicos da freguesia de Pedrouços. «São a sua identificação e a representação gráfica da toda a sua honra e de toda a sua glória, das suas gentes, do seu passado e generic viagra tablets canada do seu presente, das suas tradições e das suas raízes. São a harmonia plástica entre o passado e o futuro, buy viagra super fluox-force rico esteticamente, simbolizadas nas pedras, na flor da agricultura e na roda da indústria». Abílio Sousa a culminar a cerimónia, prestou uma pequena homenagem à D. Margarida Lessa, como forma de apreço e reconhecimento pelas suas superiores qualidades intelectuais e humanas e pelo “profícuo trabalho que desenvolveu ao serviço da Comunidade Maiata, ao longo de 42 anos».

Justificação dos símbolos:

Roda Dentada: Em chefe, roda dentada de vermelho. Representa uma das atividades fulcrais para o equilíbrio da economia local: a indústria

Flores de Linho: Nos flancos, female cialis drugstore duas flores de sale ca propecia linho de azul, folhadas do mesmo, botoadas e realçadas de ouro.

Representam a agricultura, com destaque para produção de linho e de milho.

Penhasco: Em campanha, penhasco de negro, realçado de prata e viagra manitoba movente da ponta. Representa o topónimo “Pedrouços”, que significa “monte de pedras”.

In Jornal Maia Hoje, edição nº65

Compartilhar este post