Escola do Castêlo da Maia inaugura sala para alunos-atletas

Escola do Castêlo da Maia inaugura sala para alunos-atletas

A Escola Secundária do Castêlo da Maia inaugurou, no passado dia 27 de maio, a Sala de Estudo Aprender + (SEAM), da Unidade de Apoio ao Alto Rendimento na Escola (UAARE).

A sala SEAM potencia uma aprendizagem centrada no aluno-atleta e contempla espaços de trabalho individual; trabalho colaborativo; trabalho informal; trabalho da professora acompanhante e usa viagra super active restantes professores; mural e espaço de criação. Nesta sala, os alunos recebem apoio pedagógico personalizado, promove-se o estudo autónomo e personalizam-se atividades de aprendizagem.

Na inauguração deste espaço, estiveram presentes o Secretário de Estado da Juventude e Desporto, João Paulo Correia; o presidente e a vice-presidente da Câmara Municipal da Maia, António Silva Tiago e Emília Santos, respetivamente; o vereador do desporto, Hernâni Ribeiro; o presidente do Instituto do Desporto e Juventude, Vítor Pataco; o coordenador nacional das UAARE, Victor Pardal; o diretor do Agrupamento de discount cialis 100mg Escolas do Castêlo da Maia, Marco Marques, entre outras individualidades. A inauguração também contou com a presença da aluna– atleta Ana Rita Teixeira, do Acro Clube da Maia, a quem quiseram dar destaque pelo seu empenho.

A UAARE do Castêlo da Maia integra a Rede Nacional, que inclui 19 Unidades de Apoio ao Alto Rendimento na Escola, apoiando mais de 600 alunos-atletas de 43 modalidades desportivas. No Agrupamento de Escolas do Castêlo da Maia estudam 25 atletas federados de nove modalidades, entre elas a ginástica acrobática e who makes cialis de trampolins; voleibol; andebol; natação; ténis e patinagem artística.

Para João Paulo Correia «este é um programa essencial para o desenvolvimento desportivo, mais concretamente do alto rendimento» acrescentando que «é um casamento entre o desporto e a educação, mas também o envolvimento dos pais, professores e encarregados de educação desses alunos-atletas». O secretário de estado explica-nos ainda que «quando os alunos-atletas têm que faltar às aulas, aos exames para poderem participar nos treinos e provas (…) essa compensação das aulas e novas datas de exames são asseguradas por este programa, nestas unidades constituídas dentro das escolas».

Compartilhar este post