Bairro da Bajouca palco de reflexão

Bairro da Bajouca palco de reflexão

A visita participada ao Bairro da Bajouca, em Gemunde, Castêlo da Maia, contou com a presença de mais de 30 pessoas, para a reflexão do espaço construído onde vivemos.

A chuva miudinha que se fez sentir no passado domingo, dia 17 de outubro, não impediu os moradores e a comunidade em geral de visitar o Bairro da Bajouca. Mais de 30 pessoas marcaram presença neste local para um percurso participado, de modo a partilharem as suas perceções sobre as qualidades e os desafios dos espaços mais significativos.

A iniciativa, que partiu da Associação Pró- Arquitetura João Álvaro Rocha, com os arquitetos Gonçalo Canto Moniz e Vitório Leite, teve como objetivo o envolvimento dos cidadãos na co-criação de um espaço público mais saudável. O evento contou ainda com a presença da comissão de moradores do Bairro da Bajouca, de arquitetos, de estudantes de arquitetura, de entidades ligadas à dinamização social em Aveiro e o parceiro em Sofia do Urbinat, de gestores de cheapest tadalafil now condomínio de outros bairros da Maia, buy australia cialis echeck dos gestores de proximidade e de alguns técnicos da Espaço Municipal.

De referir que o Bairro da Bajouca, de autoria do arquiteto João Álvaro Rocha, já falecido, é um complexo de habitação social construído entre 1997 e 2002, na Bajouca, lugar da antiga freguesia de Gemunde, hoje Castêlo da Maia, ao abrigo do então PER – Plano Especial de Realojamento.

Álvaro Rocha foi autor na Maia de diversos empreendimentos de habitação social e diversas intervenções no espaço público, nomeadamente as estações Parque Maia, Zona Industrial e order vardenafil canada Castelo da Maia da Linha Verde do Metro e o Complexo Ambiental da Quinta da Gruta no Castelo da Maia.

Compartilhar este post