Saiba como identificá-las para evitar burlas.

 O Dispositivo da Polícia de Segurança Pública do Comando Metropolitano do Porto divulgou, nos primeiros dias deste mês, através de nota de imprensa, a detenção de dois homens por suspeita da prática do crime de passagem de moeda falsa.

Os casos em apreço, bem como em outras situações posteriormente reportadas a esta Polícia, envolvem um número já significativo de notas falsas/contrafeitas, com o valor nominal de 50 euros.

Considerando a azáfama caraterística da época festiva que se aproxima, a Polícia de Segurança Pública aconselha a adoção de cuidados redobrados de verificação e reconhecimento da autenticidade das notas.

Desta forma, é sugerido que sejam seguidas as indicações do Banco de Portugal, nomeadamente:

– Conferir os vários elementos de segurança existentes nas notas, seguindo a metodologia – Tocar /Observar / Inclinar (não se basear apenas num deles);

– Comparar com uma nota que se saiba ser verdadeira, procurando diferenças e nunca semelhanças;

– No caso de se receber uma nota suspeita de ser falsa ou contrafeita, reter todos os dados relativos à pessoa que a entregou, assim como as circunstâncias em que a transmissão ocorreu e contactar de imediato as autoridades policiais;

– Em nenhuma situação deverá tentar passar a terceiros uma nota que saiba ou suspeite ser falsa/contrafeita, uma vez que tal ato configura crime previsto e punido no Código Penal.

Para mais informações úteis somos a sugerir a consulta de:
https://www.bportugal.pt/notas-contrafacao
https://www.facebook.com/policiasegurancapublica/posts/nova-nota-de-50-euros-psp-alerta-para-oscuidados-a-ter-a-partir-de-segunda-feir/1253963674659144/

Deixe uma resposta