Foram ontem, dia 3 de junho, recuperadas peças em ouro que tinham sido furtadas no concelho da Maia, pelo Comando Territorial do Porto, através do Posto Territorial da Maia.

No âmbito de uma investigação relacionada com furto de ouro de uma instituição de caridade e assistência social, que teve a duração de cerca de um mês, os militares da Guarda, após diversas diligências policiais, conseguiram identificar a suspeita, uma mulher de 56 anos, que era funcionária da instituição. Foi realizada uma busca domiciliária, onde foi possível recuperar o seguinte material: Um par de brincos em ouro; dois conjuntos de quatro pendentes em ouro; uma pulseira em ouro; dois fios em ouro; uma medalha em ouro; e 110 euros em numerário.

O ouro recuperado irá ser entregue ao seu legítimo proprietário após reconhecimento.

A suspeita foi constituída arguida e os factos remetidos para o Departamento de Investigação e Ação Penal (DIAP) da Maia.

Deixe uma resposta