Com instalações renovadas na Zona Industrial da Maia, a FUCHS comemora os seus 30 anos em Portugal. A prioridade é «o bem-estar dos colaboradores e das colaboradoras e, ao mesmo tempo, a eficiência energética».

Paul Cezanne, diretor-geral da FUCHS em Portugal, acredita que «se queremos oferecer ao mercado performance, fiabilidade e sustentabilidade, temos que começar por garantir o mesmo às pessoas que aqui trabalham». 2019 é também o ano de lançamento do FUCHS Care, um serviço pioneiro criado em Portugal e com laboratório próprio no país.

Instalações renovadas
A FUCHS renovou os edifícios e ampliou a área administrativa. Investiu no revestimento térmico e acústico, essencial para assegurar a eficiência energética e o bem-estar de colaboradores e colaboradoras que agora têm também à disposição uma nova sala social. Outra novidade das instalações é um sistema de climatização central que garante o aquecimento e arrefecimento de todas as áreas.
Paul Cezanne está ao leme da FUCHS desde a primeira hora, «já no início, em 1989, o nosso objetivo era proporcionar condições agradáveis à equipa e, até hoje, temos vindo a melhorar as nossas condições de trabalho com o mesmo empenho com que aperfeiçoamos os nossos produtos».

 Aposta contínua na sustentabilidade
A sustentabilidade é fundamental para a FUCHS, por isso, a partir de 1 de janeiro de 2020, a empresa vai tornar-se neutra em CO2 na íntegra. Isto significa que cada uma das 58 localizações vai ser neutra em CO2, desde o consumo de energia na produção até aos materiais administrativos. Para poder arrancar já em 2020, a FUCHS vai compensar as emissões de CO2 que ainda não consegue evitar com investimentos em projetos de proteção climática.
Hoje, a FUCHS já consegue produzir cada tonelada de lubrificantes com menos 30% de emissões de CO2 do que em 2010. O empenho pioneiro e contínuo da empresa em desenvolver soluções ecológicas é reconhecido. Em 2016, foi distinguida como a PME mais sustentável da Alemanha. Foi escolhida entre 800 participantes pela Fundação Prémio Alemão de Sustentabilidade e pelo Governo Alemão. «O prémio é um dos mais conceituados a nível europeu e nós cá em Portugal praticamos precisamente a combinação pela qual a FUCHS foi condecorada: Sucesso económico com responsabilidade social e proteção ambiental», considera o diretor-geral da FUCHS em Portugal.

A grande novidade de 2019
O FUCHS Care é um serviço pioneiro criado em Portugal e com laboratório próprio na Maia. Conta com uma equipa técnica altamente qualificada e sempre a postos. Esta equipa visita regularmente a unidade de maquinação dos clientes e assegura a manutenção, a filtração e a troca programada de emulsões. «Para além disso, analisa, monitoriza e faz as recomendações certas na hora certa», explica Paul Cezanne e acrescenta: «O serviço FUCHS Care tem duas grandes vantagens. Os fluidos duram mais tempo em condições ótimas e as empresas podem focar-se no que é realmente importante – a produção». É o fim das manutenções ou mudanças de fluidos mal feitas, da ocupação dos colaboradores em tarefas não-produtivas e das paragens desnecessárias de máquinas. Desta forma, reduz custos diretos e indiretos nas unidades de maquinação e permite rastrear processos de forma organizada, estruturada e regular.

Evolução da FUCHS em Portugal
A FUCHS está em Portugal desde 1989 e tem vindo a oferecer ao mercado português uma das gamas mais alargadas de lubrificantes: lubrificantes automóveis e industriais, massas lubrificantes, fluidos de tratamento de metais, lubrificantes para aplicações especiais e serviços.
As primeiras instalações eram em Pedrouços na Maia, onde iniciou a produção de lubrificantes industriais e automóveis. Em 1995, com a aquisição da Luso Química, a FUCHS mudou-se para a Zona Industrial da Maia, onde permanece até aos dias de hoje.
No âmbito da reorganização dos centros de produção do Grupo FUCHS na Europa, encerrou a sua atividade produtiva em 2013. Na Maia mantém um laboratório de serviço ao cliente: serviços de análises e de GPP – Gestão de Produto em Processo.

Deixe uma resposta