A Câmara Municipal da Maia, no âmbito do Programa Escola Solidária 2019, levou a efeito no passado dia 22 de maio, a Cerimónia Pública de Entrega do Diploma de Escola Solidária 2019, no Salão Nobre dos Paços do Concelho.

O evento foi presidido por António Silva Tiago e Ana Miguel Vieira de Carvalho, presidente e vereadora do Pelouro da Habitação, Desenvolvimento Social e Bem-Estar, respetivamente.

O Programa Escola Solidária 2019, teve como objetivo a recolha de alimentos em todos os estabelecimentos de ensino do concelho do setor público, privado, profissional e solidário, dos diversos graus de ensino, desde o pré-escolar até ao ensino superior.

Do setor público participaram 46 estabelecimentos, num total de 15 826 alunos, e nos setores privado e social, 17 estabelecimentos de ensino, representados por 7 881 e 1 837 alunos, respetivamente.

Esta campanha, que decorreu entre os passados dias 18 e 29 de março, recolheu um total de 9 478 alimentos, o que permitiu apoiar 613 pessoas com 225 cabazes.

O projeto foi criado com o objetivo de «despertar e fomentar o espírito da solidariedade nas crianças e jovens, mobilizar e envolver a comunidade na resolução dos seus problemas, contribuindo desta forma para a construção de pessoas mais solidárias e para que todos as Maiatas e Maiatos possam Sorrir para a Vida», referiu a autarquia.

Para António Silva Tiago, «fazer comunidade é um processo social e humano contínuo, que a todos convoca, envolve e compromete», disse, adiantando que «estamos já a trabalhar em parceria com a Associação Empresarial da Maia, no sentido de procurar contagiar positivamente as empresas com sede ou instalações na Maia, inspirando-as a adotar este modelo para as suas políticas de responsabilidade social».

 

Deixe uma resposta