José Eduardo Mendes Macedo, conhecido empresário do sector imobiliário, ao que o Jornal da Maia apurou, faleceu ontem, vítima de acidente caseiro.

Nascido a 13 de novembro de 1951, o empresário, afastado da vida activa desde 2011, quando sofreu um forte AVC que o paralisou, era um homem muito ligado ao concelho da Maia, onde foi presidente do Rotary Clube da Maia e do Instituto Cultural da Maia (ICM).

Muito influente no Imobiliário foi presidente e dirigente de várias Associações do sector até à altura em que também terá alegadamente encerrado a empresa (Imobiliária Chave D’ouro) devido à doença.

Em 2013, ainda escrevia que pretendia «Regressar a uma APEMIP com futuro. Trabalhar para servir melhor. EU, tenho um problema de saúde há 2 anos e espero a curto prazo voltar a ser a pessoa que fui.», remetendo em link para a nova ASMIP, associação onde era associado.

Francisco Bacelar, actual presidente da ASMIP, lembrava no mês passado, em publicação nas redes sociais, referindo-se a José Eduardo Macedo que «Infelizmente afastado por doença grave, estará esquecido para alguns, mas não por todos. Pelo que fez e representou para a mediação imobiliária durante a primeira década deste século merece o nosso reconhecimento.»

Hoje contactado pelo Jornal da Maia disse ter sido «com profundo pesar e enorme consternação que a ASMIP teve conhecimento público do inesperado falecimento do senhor José Eduardo Macedo, antigo dirigente das associações da classe de mediação, onde se destacou como Presidente em vários mandatos, antes e após a fusão», acrescentando que «há anos retirado por invalidez devido a um AVC, convalescia lutando com enorme abnegação por recuperar o mais possível as suas faculdades motoras, uma vez que as mentais permaneciam intactas», declarou o presidente da ASMIP.

Ainda não são conhecidos pormenores sobre as cerimónias fúnebres.

À família enlutada o Jornal da Maia, apresenta condolências e manifestação de profundo pesar.

Deixe uma resposta