Hoje, 13 de fevereiro, celebra-se o Dia Mundial da Rádio. 

O Clube Unesco da Maia acredita que esta «é uma oportunidade para relevar a utilidade e universalidade desse poderoso instrumento já que é um dos meios de comunicação mais acessíveis que existem e, por isso, facilmente ao alcance de todos para formar, informar e reformar, combatendo a conflitualidade e promovendo a tolerância, o diálogo e a paz».

Num mundo global e conflitual, a rádio é uma excelente ferramenta para combater o ódio e a ignorância, ao promover a educação e consequentemente a tolerância.A rádio integra as novas tecnologias que permitem a comunicação universal. Torna presente junto do receptor a voz do emissor, (a era de Emerec),elimina as distâncias espaciais e temporais, contribuindo poderosamente para modelar as sociedades do futuro. É a comunicação universal na Aldeia Global de que fala Mac Luhan que contribui para a mundialização.Ao proporcionar facilmente a livre circulação das ideias e dos valores gera influência, ou seja, aproxima e educa.

«Devemos ter presente que a educação (para toda a vida) ensina a conhecer, ensina a fazer e sobretudo ensina a ser, ou seja, a existir. É por isso que o homem educado é um homem de diálogo, de tolerância e de paz. Ao reunir pessoas e comunidades de todos os quadrantes proporciona um diálogo positivo entre elas criando modelos onde cabem todas as tendências interculturais e multiculturais. Um homem educado é tolerante. Sabe compreender e ouvir os outros. Sendo tolerante aspira a viver na cidade educativa, onde reina a paz. A rádio acelera a circulação das ideias e não podemos esquecer que as boas ideias não têm idade têm somente futuro.Tem cabimento a mui célebre afirmação do ato constitutivo da Unesco (16 de novembro de 1945). “Se a guerra nasce no espírito dos homens é no espírito dos homens que deve ser combatida através da educação, ciência e da cultura. E naturalmente da comunicação”.  Mais uma razão para vivermos, alegremente, o Dia Mundial da Rádio bem como todos os dias».

 

Deixe uma resposta