O mau tempo parece não dar tréguas. Depois do “Gabriel”, espera-se agora a chegada da depressão “Helena” esta sexta-feira, 1 de fevereiro, com descida da temperatura, chuva, agitação marítima e vento forte. Rajadas poderão atingir os 85km/h no litoral. 

No seguimento dos critérios de emissão estabelecidos, foi atribuído pela Agência Estatal de Meteorologia (AEMET), o nome Helena a uma depressão centrada às 03UTC de amanhã,  dia 1 de Fevereiro, a noroeste do golfo da Biscaia, em 48,8N 8,9W, e em deslocamento para Es-Sueste.

Esta depressão deverá afetar Portugal Continental, em particular no que respeita ao vento e à agitação marítima na costa ocidental.

Assim, para esta sexta-feira, prevê-se vento forte de noroeste, com rajadas até 75/85 km/h no litoral, que deverão atingir valores da ordem de 110 km/h a norte do cabo Mondego e nas terras altas do Minho e Douro litoral e da região Centro.

A agitação marítima na costa ocidental deverá ter altura significativa de 5 a 7 metros, e temporariamente a norte do cabo Raso, 7 a 8 metros durante a tarde e início da noite, e altura máxima que poder á atingir 15 metros.

Adicionalmente, devido a uma massa de ar polar pós-frontal fria, prevê-se ocorrência de aguaceiros que poderão ser localmente intensos, de granizo e acompanhados de trovoada, e sob a forma de neve nas terras altas.

Prevê-se ainda uma descida da temperatura, o que associado ao vento forte aumentará o desconforto térmico.

A influência desta depressão em Portugal será ainda sentida em algumas das zonas marítimas de responsabilidade nacional.

Deixe uma resposta