O Bloco “Indústria têxtil”, dos CTT – Correios de Portugal, foi premiado com a classificação de “Melhor Selo do Mundo”, no âmbito do Grande Prémio da NEXOFIL, na categoria “Novas Tecnologias de Impressão”.

O prémio, em que estavam a concursos todas as emissões de 2017, destacou o processo utilizado, chamado de “impressão em flocage”. Esta é uma técnica de impressão que imita o aveludado do algodão, permitindo que a superfície do papel impressa com essa substância tenha a aparência de veludo.

Além desta distinção, os CTT receberam, ainda, três terceiros prémios na categoria “Design”: Árvores do Mediterrâneo; na categoria “Série Base”: Pastel de Belém; e na categoria “Prova”: Engº António Guterres.

Os prémios NEXOFIL são atribuídos pela revista espanhola El Eco, uma publicação especializada em filatelia e numismática, que se publica ininterruptamente há 74 anos, em Madrid. O painel que seleciona os vencedores é composto por 40 jurados independentes e conta com especialistas de mais de vinte nacionalidades de todo o mundo.

Os CTT têm visto o seu mérito filatélico reconhecido de forma recorrente. Ainda no ano passado, precisamente na gala de atribuição do Grande Prémio NEXOFIL, o bloco “Santuários Marianos – Fátima” foi considerado o “Melhor Bloco Filatélico de 2016”.

Deixe uma resposta