IV Concurso de Cozinha Internacional do Castêlo da Maia 2019.

Em realização há quatro anos consecutivos, o Concurso Internacional de Cozinha do Castêlo da Maia é já um momento esperado para que os futuros chef’s de cozinha coloquem à prova as suas saborosas e criativas obras de arte.

Assim se voltou a repetir, nos passados dias 10 e 11 de abril, a iniciativa promovida pela Real Confraria Gastronómica das Cebolas em conjunto com o Agrupamento de Escolas do Castêlo da Maia, que voltou a elevar a rainha do concurso, a cebola. Entrada, prato principal ou sobremesa, todos eles poderiam ser levados a concurso, desde que a cebola fosse o ingrediente principal.

Desde Broa de Cebola, passando pelo Risoto de Cebola com Gambas e terminando no Bolo de Chocolate com Cebola Caramelizada, criatividade e bom gosto não faltaram nos pratos que, deliciosamente coloridos, cativaram não só olhar dos presentes, mas também o sabor dos jurados.

A concurso estiveram seis escolas, entre as quais a PSI Porto, a Escola de Hotelaria e Turismo do Porto, a Escola Profissional de Chaves, a Escola Profissional Agrícola Conde São Bento, e a Escola Profissional de Gaia, para além da anfitriã, o Agrupamento de Escolas do Castêlo da Maia, avaliados sob o olhar do Chef Élio Pinto (Vincci Oporto Hotel), Chef Renato Cunha (Restaurante Ferrugem) e do Grão-Mestre Chanceler Ricardo Cruz.

O concurso decorreuna Escola Secundária do Castêlo da Maia, onde os candidatos cozinharam “ao vivo e a cores”, perante audiência e júri, para confecionar dois pratos, um para degustação e o outro para exposição, em 60 minutos.

A concurso estiveram dois escalões, Chef Júnior (até 18 anos) e Chef (mais de 18 anos). De cada categoria resultaram três vencedores.

Paulo Correia, professor e diretor do Curso de Hotelaria do Agrupamento de Escolas do Castêlo da Maia, acredita que este tipo de iniciativas são «muito importantes» porque colocam os alunos e futuros chef’s de cozinha «num ambiente diferente e de prova, o que cria alguma pressão e os prepara para o mundo do trabalho».

Confiante com os pratos apresentados, o Agrupamento de Escolas do Castêlo da Maia arrecadou um 2º lugar na categoria Chef.

Ricardo Cruz, Grão-Mestre Chanceler da Real Confraria Gastronómica das Cebolas, deixou a certeza de que para o próximo ano o concurso volta a repetir-se, com o desafio de aumentar o número de escolas participantes, uma vez que esta é uma iniciativa aberta a todas as instituições escolares de hotelaria nacionais e até de outros países.

Categoria Chef
1º Lugar | Sabrina Correia | Escola Profissional de Chaves
2º Lugar | Ricardo Costa | Agrupamento de Escolas do Castêlo da Maia
3º Lugar | Maria João Pinto | Escola de Hotelaria e Turismo do Porto

Categoria Chef Júnior
1º Lugar | Lara Ferreira | Escola Profissional Agrícola Conde São Bento
2º Lugar | Maria Inês Vieira | PSI Porto
3º Lugar | Cristina Figueiredo | Escola Profissional de Chaves

Deixe uma resposta