No passado dia 30 de janeiro, foram apreendidos 76 quilos de folha de tabaco, por introdução irregular no consumo, no concelho da Maia. A ação foi levada a cabo pela Unidade de Acção Fiscal, através do Destacamento de Acção Fiscal do Porto.

Durante uma ação de fiscalização rodoviária, na autoestrada A3, direcionada para o controlo de circulação de mercadorias sujeitas a ação fiscal e aduaneira, os militares detetaram um veículo a transportar folha de tabaco, sem qualquer tipo de documentação comercial ou aduaneira.

O condutor do veiculo foi identificado, tratando-se de um individuo do sexo masculino, com 30 anos de idade e de nacionalidade portuguesa, tendo sido elaborado auto de contraordenação por introdução irregular no consumo, infração punível com uma coima até 150 000 euros.

O tabaco aprendido daria para produzir mais de 76 000 cigarros, podendo originar uma fraude ao Estado no valor aproximado de 15 mil euros.

 

Deixe uma resposta