No próxima sexta-feira, dia 29 de junho, pelas 21 horas, o auditório da Escola Secundária do Castêlo da Maia abre portas para o colóquio “A veracidade do problema da inclusão em Portugal”.

Um grupo de cidadãos, munícipes da Maia, preocupados com os problemas de inclusão emergentes em todo o concelho, decidiram levar a cabo um colóquio, intitulado “A veracidade do problema da inclusão em Portugal”, para debater este problema que dizem ser «diário».

O objetivo passa por «alertar as autoridades competentes, tanto Governamentais, como locais para a falta de civismo e a negligência do Dec. Lei 163», mencionando, assim, «as barreiras arquitetónicas existentes, problemáticas de estacionamento», entre outros, reforçando ainda a existência de «famílias sinalizadas que se encontram em situações desesperantes por se encontrarem acamadas, a precisar urgentemente de uma cadeira de rodas, entre outros produtos ortopédicos, e não terem ninguém que possa tomar conta delas», referem.

Convidadas estão a APD – Associação Portuguesa de Deficientes Delegação Norte; Ana Sofia Antunes, secretária de Estado da Inclusão das Pessoas com Deficiência;  a Cáritas Portuguesa; a Associação de Amigos “A Criança Diferente de Milheirós”, entre outras individualidades que contribuirão para o debate sobre este problema.

O evento tem entrada gratuita.

PROGRAMA
21h00 | Receção dos convidados
21h15 | Abertura e discurso de Marta Peneda, vereadora com o Pelouro da Juventude da CM Maia
21h30 | Discurso do Orador Paulo Viana e Moderador do Evento
21h45 | Discurso da Cáritas
22h10 | Discurso da APD com um orador convidado sobre o problema do Dec. Lei 163
22h35 | Discurso de Ana Sofia Antunes, secretária de Estado da Inclusão das Pessoas com Deficiência
23h00 | Palavra dada ao público para esclarecimento de dúvidas
23h20 | Discurso de Inês, ex provedora do Gabinete do Deficiente
23h40 | Discurso de um professor do Ensino Especial
24h00 | Encerramento

Deixe uma resposta