Amanhã, dia 2 de fevereiro, pelas 18 horas, sobe ao palco da Quinta da Caverneira “Oriana”, de Sophia de Mello Breyner Andersen.

No ano do centenário de nascimento da Sophia, será relembrado um texto que o Art’Imagem levou à cena em 1997, com dramaturgia e encenação de José Leitão.

Este texto fala do mundo das fadas e dos homens, só existindo um porque existe o outro. Oriana, a fada destinada a proteger uma floresta, onde além dos animais e das plantas, vivem homens. Mulheres e crianças prometem ajudá-los para lhes minimizar a dor, a miséria, o sofrimento e também a solidão. Mas, porque Oriana é uma fada imaginada pelos homens, também tem os defeitos dos humanos e, um dia, esquece-se da sua promessa.

O evento tem entrada gratuita, para maiores de 4 anos.

Deixe uma resposta