Opinião de Emília Santos

A Câmara Municipal da Maia, de que muito me honro ser Vereadora da Educação e Ciência, está claramente apostada em promover uma educação de excelência que prepare as nossas crianças e jovens para o futuro. Uma educação que as torne verdadeiramente autónomas, tanto no pensar quanto no querer, ao contrário da educação que tínhamos no Portugal sem Liberdade e sem Democracia do pré-25 de Abril.

Limitar a educação à mera transmissão de conhecimento escolar é correr o risco de condicionar os alunos, reduzindo-os à competição com a inteligência artificial, que está aí para nos confrontar com um novo paradigma.

Ao invés disso, é necessário promover a excelência de uma educação que seja capaz de ajudar os cidadãos do futuro, a focar-se em características humanas fundamentais, que permitam que a educação fique à frente dos progressos tecnológicos e sociais.

Na Maia, queremos que as nossas crianças e jovens sejam “expostos” a ambientes educativos inovadores.  Queremos que fortaleçam o pensamento e a criatividade. Queremos que desenvolvam a coisa mais importante de qualquer ser vivo: capacidade de adaptação ao meio. E o meio de hoje é simples: anda cada vez mais a gente a trabalhar numa qualquer profissão que ainda não existia no dia em que nasceram. Se hoje vemos em todo o lado tantos gestores de redes sociais, criadores de aplicações, programadores de jogos, vendedores online, etc., é porque os jovens foram capazes de ver para lá do mundo que conheciam. É isso que quero para os jovens da Maia. Quero viver num mundo transformado por eles.

Tenho plena consciência que as competências sociais e emocionais que nos ajudam a trabalhar juntos, em articulação absoluta com todos os parceiros da rede educativa, (em particular, os alunos, pais e encarregados de educação, funcionários, professores e direção de escolas) são cada vez mais importantes para o sucesso no trabalho. Estou convicta que essas são as competências necessárias para definir metas, trabalhar em equipa e gerir emoções.

É por tudo isto que, enquanto Vereadora do Pelouro da Educação e Ciência, me irei dedicar de corpo e alma, para que as nossas crianças e jovens tenham as melhores condições para encararem o futuro com esperança e confiança. E vou trabalhar particularmente em dois planos: os meios de trabalho e a motivação permanente dos profissionais escolares.

É o meu compromisso!

 

Emília Santos
Vereadora do Pelouro da Educação e Ciência

Deixe uma resposta