O Centro Educativo e Social (CES) de Pedras Rubras, pretende com esta iniciativa criar e dinamizar regularmente atividades sociais, culturais, educacionais e de convívio para os seniores do concelho da Maia, em particular os que se encontram em situação de isolamento e apresentam maiores dificuldades financeiras, tendo em vista proporcionar-lhe uma velhice ativa e retardar os efeitos do envelhecimento na sua qualidade de vida, incluindo os de carácter físico, cognitivo e social.

Tendo por ação principal a criação de uma Universidade Sénior, na qual as atividades educativas desenvolvem-se em regime não formal, referem que «este projeto pretende ir um pouco mais longe no que respeita aos seus destinatários e oferta integrada, apresentando inúmeros elementos inovadores que, não descaracterizam este conceito, mas acrescentam-lhe valor e potenciam resultados. Para além de promover aulas nas instalações do CES Pedras Rubras, preconiza o desenvolvimento de aulas em entidades parceiras e no domicílio, procurando desta forma abranger o maior número possível de seniores, incluindo os mais carenciados» e acrescentam que «uma vez que o projeto, tal como preconizado pelas orientações da RUTIS (rede de universidades seniores), se destina a maiores de 50 anos, é entendimento do CES Pedras Rubras desenvolver ações de apoio ao (re)ingresso no mercado de trabalho dos destinatários que o desejem ou necessitem. Alguns utentes da Universidade serão também convidados a colaborar nas demais atividades e valências do CES Pedras Rubras. Esta será uma forma de promover o contacto intergeracional, rompendo processos de isolamento e solidão. Contribuirá positivamente para a sociedade no seu global na medida em que será promotor de seniores mais autónomos, independentes, saudáveis, tanto do ponto de vista físico como mental, e integrados na sociedade».
A data prevista para abertura da Universidade é já no próximo dia 21 de setembro.

Deixe uma resposta